segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Comprei,testei e aprovei : Linha Collori EveryDay

Geeeenteeee!

Morri de saudades de escrever no meu amado,  vitaminado e tão querido blog! Tadinho, tava tão largadinho, mas é que as obrigações de gente grande tem gritado e como essa semana estou sem aulas, resolvi sentar e colocar em dias as novidades!

Vocês sabem que eu A-M-O garimpar coisas pra cabelo! Sim, porque num passado distante, eu tinha cabelos mais rebeldes do que aquele povo do oriente médio, eles não me obedeciam e pra resumir, hoje sou adepta da progressiva e da coloração castanho escuro. Por conta disso, eu tenho que caprichar nos cuidados diários e hidratação, e fico antenada em tudo que sai pra defender as madeixas dessas agressões, tando físicas (escova,chapinha), como químicas (progressiva,relaxamento,tintura..).


Eu descobri uma linha da Mutari, a Collori EveryDay, que como o próprio nome sugere, são cuidados diários pra quem usa qualquer tipo de química de coloração/descoloração nos cabelos. Comprei o shampoo, a máscara, o Force Collori e o Kerafashion.

Gente, gostei horrooooooooooooresss!!!

O shampoo é sem sal e contém extratos de romã e amora, além do PCA-Sódico que confere, efeito antiestático, e reduz o atrito durante o penteado quando o cabelo ainda está úmido.

A máscara tem os mesmos ingredientes do shampoo, acrescido o óleo de jojoba, que ajuda a fixar a cor, hidratar  e restaurar a flexibilidade dos fios. Ou seja: cabelos bem macios, brilhando e tratados logo após a primeira lavagem! E o cheirinho é tudo de bom!

Agora o "Plus" dessa linha, são duas coisinhas que eu não vou viver sem pro resto da vida, ou pelo menos enquanto eu continuar pintando a cabeleira :
O Force Collori, é uma ampolinha que faz milagre, principalmente pra usar no dia em que se faz a química, é um tratamento"flash", com amnoácidos concentrados e vitamina E,  que ajudam a fixar a cor.

E o Kerafashion, que é como se fosse um "banho de brilho", digamos assim. Ele é indicado pra quem quer escurecer levemente a cor e conferir uma luminosidade mais intensa e prolongada dos fios. Tem também nas cores mel, chocolate, verde e pink, pra quem curte um visual á la Mari Moon, beeem moderninho!




Os produtos da Mutari são encontrados geralmente em bons salões de beleza, e no site www.mutari.com.br, você pode pesquisar pelo estado e região onde encontrá-los.
E aí, o que vocÊs acharam? Me contem!!!
Beijos e juro que não demoro mais pra voltar,tá?! 









quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Apaixonadas ou Aprisionadas?


Tenho observado ultimamente, como os relacionamentos tem mudado. Ama-se e (des)ama-se na velocidade da luz.
Hoje eu te amo. Amanhã também, desde que você não me contrarie ou faça tudo da forma que eu quero. Agora, se não for pra ser assim, o tal do ‘amor’ acaba, a pessoa que era príncipe, acaba virando sapo. Amor de conveniência.

Eu fico tentando entender como as pessoas conseguem se relacionar dessa forma. Falo com propriedade, pois eu já fui uma dessas apaixonadas que na verdade eram aprisionadas.
 Sim. Aprisionadas por relacionamentos totalmente egoístas, sem respeito mútuo, uma coisa que nem de longe pode se chamar de amor. Psicoses, ações sem noção e um gritante sentimento de posse pelo outro ser.
Um relacionamento sem individualidade, respeito e cumplicidade é algo doente, pois se suga toda a energia do outro em brigas, desentendimentos, agressões verbais e por que não físicas. Há muitos homens que tratam mulheres assim, que com a mesma boca que ofendem,depois dizem que amam, pedem um beijo. Com a mão que afagam, estapeiam. Da mesma forma, há mulheres que são um poço de impulsividade, e se pudessem controlariam seus maridos/namorados com um GPS, só pra saber direitinho onde estão e que horas vão chegar.

O que mais me deixa preocupada é a quantidade de pessoas novas que com menos de 20 anos já estão desgastadas por causa dessas coisas. E a quantidade de pessoas mais velhas, que fazem isso e que teoricamente deveriam estar mais maduras, terem mais entendimento. Deveriam.
O fator egoísmo faz muita diferença. O esperar apenas a mudança do outro. O depender da mudança do outro para poder mudar também. Isso para mim é comodismo, é justificar o meu erro no erro do outro, é protelar o reconhecimento de que minhas atitudes não são bacanas, fazer uma real análise dos meus sentimentos, minhas ações para com o outro.
Namorar é bom. Namorar é ótimo. Mas antes de qualquer coisa, tem que ser saudável, tem que dar frutos. Afinal de contas, pra que manter algo que só rende lágrimas, dor de cabeça e lembranças ruins?
A liberdade é que deve prender um ao outro. Se é tão livre que se quer ficar junto de verdade. Saber aproveitar os momentos com os amigos do trabalho ou da faculdade, mas nem por isso deixar de pensar no outro quando se está longe e de sentir aquela saudade gostosa quando há o reencontro. Cada coisa no seu devido lugar. Cada momento no seu tempo.

Namorar é algo que vai muito além de cobranças. É cuidar do outro, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar. Somos livres para optarmos. Se não tá com saco, não namore. Seja honesto com o outro e acima de tudo com você mesmo. Ser feliz não é só beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico.
" ... O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regojiza-se com a verdade, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta..." 1Coríntios 13

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Pra comer rezando!

                                                  Oooiii!
 Acho que eu ainda não tinha feito nenhum post da categoria culinária, and gordices and coisas de se comer rezando! Eu amo cozinhar e amo mais ainda cozinhar pros amigos, pro namorado... Pra mim é como se fosse uma terapia.
Aqui em Bh tem feito um frio infernal (hein?) desde a semana passada, e isso foi só mais um doce motivo pra correr pra cozinha e inventar moda. Com certeza alguém aí já comeu Bolinho de chuva ou pelo menos ouviu falar. É “bão dimais”, num é? Rsrsrs Então, eu resolvi fazer um “trem” diferente e pensei em fazer uma versão com chocolate. Bora provar????



Do que você vai precisar:
  • 400 g chocolate meio amargo picado
  • 2 caixinhas de creme de leite
  • 2 xícaras meio (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó
  • Meia colher (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • Três quartos de xícara (chá) de açúcar
  • 2 ovos
  • 350 ml de leite
  • óleo para fritar
Como fazer:
1º - Numa panela em banho Maria derreta o chocolate meio amargo. Retire do fogo e adicione o creme de leite, mexendo bem. Coloque em uma tigela e leve à geladeira de preferência de um dia para o outro. Mas se o desespero pra provar essa delícia for muito grande, aguarde pelo menos umas 3 horas.
2º - Retire da geladeira e com auxílio de uma colher pequena faça bolinhas, como se você fosse fazer algumas trufas, por exemplo. Reserve no congelador por 20 minutos apenas para firmar.
3º - À parte peneire a farinha de trigo com o fermento em pó e o sal. Reserve.
4º - Numa tigela coloque a margarina, o açúcar e os ovos e bata até obter um creme fofo. Adicione a mistura seca de farinha (reservada acima), alternando com o leite e misture bem até obter uma massa lisa. Reserve.
5º - Retire as bolinhas de chocolate do congelador  e passe cada uma  na massa e frite em óleo quente até dourar. Sirva imediatamente polvilhado com açúcar e canela.
DICA: Quando for envolver  as bolinhas na massa, faça isso com auxílio de uma colher de sopa e ainda com esta mesma colher, leve as para o óleo quente para fritar. Com isto as bolinhas vão ficar bem mais  envolvidas pela massa e o recheio não vai escapar. Não faça isso com um garfo.

sábado, 17 de setembro de 2011

Nariz de Palhaço...nos dedos!

Ei gente!

Como vocês sabem, agora eu sou uma menina (oi?) de unhas grandes e perfeitas, então  eu saí garimpando todas as lojas pra poder comprar adivinhem o quê? Esmaltes!!! Acho que comprei uns 10 só essa semana e ainda tem mais um montão que eu quero! #aloka rsrsrsrs
Só que tem um detalhe: eu só posso usar esmaltes da Colorama porque os demais  me dão alergia: coceira nos dedos e inchaço nos olhos... Isso tem uma explicação, já que a Colorama é a única empresa brasileira que produz esmaltes sem Tolueno, Formaldeído e DBP . Ou seja, sem essas substâncias, a possibilidade de desenvolver algum problema alérgico é bem menor.


Achei uma coleção nova chamada Respeitável Público e gente, ameeei! Como o próprio nome já deixa a pista, são cores bem alegres e tem tudo a ver com o verão que tá chegando:
Estréia, Ha Ha Ha, Equilibrista, Fantasia, Grande Atração, Nariz de Palhaço e Corda Bamba.
Eu comprei todas as cores e foi difícil escolher qual eu ia passar primeiro!
Deu vontade de fazer que nem a Ivete na foto, usar uma cor em cada dedo!





Mas eu acabei escolhendo o Nariz de palhaço, que parece vermelho, mas não é bem um vermelho...dá só uma olhada:



Antes : dedinhos sem cor e sem graça!

Acho fofo esse nome!

Depois: só alegria!



Lembrando que antes, eu passo a base preparadora da cor e pra finalizar, eu passo sempre a cobertura intensificadora da Cor, aquela que faz o esmalte durar mais, secar mais rápido e ficar brilhando a semana toda!



E aí, o que vocês acharam?

Acessem o site http://www.coloramaesmaltes.com.br/ e vejam que bacana o simulador de cores e outras curiosidades super interessantes sobre esmaltes.

Beijos e até mais!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Mulher de fibra,unhas de fibra!!!

Oi meninas!
Hoje vou falar mais uma vez de unhas! Isso mesmo! Mais especificamente das unhas de fibra de vidro.
Pra quem não lembra, eu fiz um post em junho, falando dessa novidade (pelo menos aqui em Bh ) e que até na ocasião, não havia encontrado quem fizesse. Pois é, aí a Danielle Enéas do site unhadefibradevidro entrou lá e deixou o contato dela.OMG! Era o começo do fim dos meus dias de unhas curtas, feias e sem poder usar os esmaltes lindos que tanto amo!
Conversei com ela primeiro por telefone, e  praticamente fiz uma entrevista! Rsrs Coitada! Deve ter achado que eu sou uma doida mesmo, mas ela sabe que nós mineiros somos bem desconfiados quando se trata de alguma novidade! Rsrsrs Marquei a hora pra ir lá e pronto!
No dia, a “entrevista” continuou e enquanto ela fazia eu ia perguntando tudinho (como sou curiosa,meu Deus!) sobre o material usado, a técnica e eu fui gostando muito porque eu achei bem diferente das unhas de gel tradicionais que eu fiz naqueles quiosques de shopping e que ficou uma porcaria! E ela pacientemente me explicou tim tim por tim tim.As fotos abaixo ela tirou no dia.
Antes (Uóóóó)

Ela praticamente remodelou as minhas unhas, porque eram muito curtas e sem os cantos e saí de lá com unhas grandes e com um formato totalmente diferente! Sem contar que a aparência fica bem natural, não fica aquela unha branca leitosa como ficam as unhas de gel ou porcelana por exemplo.

Depois (sem esmalte)

Ou seja, mesmo quando eu não estiver com esmalte, as unhas ficam com um ótimo aspecto. Além do que a manutenção é super tranqüila, demora mais tempo para ser feita.

Depois (esmalte Clássico Colorama )

Enfim, eu A-D-O-R-E-I ! O meu namorado gostou, minha mãe que é manicure achou bem funcional, a mulherada do meu trabalho aprovou e as meninas da faculdade amaram e inclusive 2 delas ficaram doidas pra fazer também! Super recomendo!
Vou deixar o contato da Dani (já tô íntima) pra vocês darem uma olhada no trabalho dela e quem sabe dar up nos dedinhos também! O site é o www.unhadefibra.com.br
E aí, o que vocês acharam? Beijos e até a próxima!

sábado, 20 de agosto de 2011

Nostalgia...


Noites Mágicas
Juras de amor eterno
Música certa
Momento oportuno
O encanto num beijo
Passeio na praça
Cheiro de chuva e dama da noite
Silêncio
Nada se diz
Tudo se sente
Borboletas no estômago
Risadas
Goles de vinho
Gosto de chocolate
Emoção no primeiro vôo
Conversa de final de tarde à beira mar
Surpresa num presente
Alegria nas flores
Ombro em dias ruins
O conforto de um abraço
Olhares ternos
Sorrisos largos
Lembranças boas...

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Não vivo sem - Linha Granado Pink

Oi gente!
Começando a semana falando de beleza e cuidado para as unhas!
Já fiz um post falando das unhas de fibra de vidro,mas dessa vez resolvi apostar no tratamento das unhas naturais.
Ter unhas fortes e saudáveis, cutículas hidratadas, sem ficar soltando aquelas pelinhas chatas é sonho de todo mundo, não é mesmo?
Eu conheci recentemente (mas não tão recentemente assim ) a linha Pink da já tradicional marca Granado e posso dizer que ela tem dois produtos que devemos ter sempre a mão, literalmente, rsrsrs  : a Cera Nutritiva para Unhas e Cutículas e o Óleo Fortalecedor para Unhas. 



A cerinha já virou item de primeira necessidade pra mim. Ela mudou completamente a aparência das minhas  cutículas que eram muito ressecadas e ficavam com aquele aspecto esbranquiçado.Eu uso  várias vezes ao dia, tipo sempre que acabo de lavar as mãos vou lá no potinho e passo novamente! E o cheirinho é uma delícia!
Aí eu comprei o Óleo Fortalecedor. Fiquei dois dias sem esmalte e nem base e só usando o óleo e já vi diferença nas minhas unhas. Estão com aspecto bem melhor. Agora, com o passar dos dias, vamos ver o quanto vai contribuir pras danadinhas pararem de quebrar! Lembrando que,  diferentemente da cerinha, o óleo você usa uma gotinha em cada dedo antes de dormir. Rende bastante porque o vidro é de 30 ml e tem um conta gotas para você dosar certinho, sem desperdício! E o cheirinho é o mesmo da cerinha.
Aqui em Bh costumo comprar os produtos da linha Pink na Drogaria Araújo, mas  você pode comprar acessando o site da Granado Pharmácias. Lá tem uma loja virtual e o layout da página é lindo! Todo em estilo retrô ( que eu adooooro ), sem contar que tem outros produtos super bacanas para o cuidado feminino em geral.


O endereço é www.granado.com.br e você pode seguir também pelo twitter @granado_oficial onde são divulgadas muitas dicas de saúde, beleza e muitas promoções.
Super indico a todas vocês correrem lá para conferir essa linha tudo de bom e claro, experimentar!
Depois me contem aqui o que vocês acharam, ok?
Beijos!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Felicidade Realista

Continuando a série dos meus escritores favoritos,hoje é a vez de Mário Quintana dar as caras por aqui. Esse texto não poderia ser mais atual! 
BeijoS....


FELICIDADE REALISTA 
A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. 
Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar É importante pensar-se ao extremo, buscar lá d entro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se.
 Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Você é um "Megamente"?

Dia desses eu tava de bobeira em casa a noite (pra variar ) e assisti um desenho chamado Megamente. É, isso mesmo! Eu curto assistir desenhos, menos as historinhas água com açúcar da Disney porque aquela cantoria toda me irrita! rsrs 
Mas voltando ao Megamente,por incrível que pareça, esse filme me fez pensar em algumas coisas bem interessantes.
Megamente é um vilão magro, usa roupas nas cores azul e preta e sua cabeça é careca e grande, devido ao cérebro privilegiado. Ele deseja conquistar a cidade de Metro City e faz diversas tentativas, muitas delas são frustradas. O vilão precisa ter oponentes para que sua vida tenha sentido e, após a morte de MetroMan , Megamente cria Titan, um herói para ter com quem rivalizar.
Aí é que tá o lance que me chamou atenção: Megamente é tão obcecado em derrotar o seu arquirival MetroMan e conquistar a cidade, que quando consegue,perde o rumo de sua vida e fica tudo tão sem graça que ele precisa criar um outro super herói para ter com quem lutar.
Você já se viu um Megamente? Muitas vezes em nossas vidas,somos tão obcecados por alguns de nossos objetivos,que ás vezes quando conseguimos o que queremos ficamos sem saber qual será o próximo passo.Parece óbvio,mas não é bem assim.Vem a pergunta clássica: E agora que eu consegui,o que eu vou fazer?
O que você vai fazer depois de lutar tanto para conseguir aquele tão sonhado emprego? E aquela vaga na faculdade? E aquele cara lindoooo que você sempre quis ter ao seu lado?
Pois é,não basta só ter a estratégia para alcançar o objetivo,mas também saber o que fazer com aquele objetivo alcançado e como mantê-lo.Sem contar com o fato de você se esforçar em conseguir alguma coisa e depois descobrir que aquilo que tanto quis,não é bem aquilo que imaginava...Já pensou nisso? 
Corra atrás do que você quer e sonha,mas corra sabendo o que fará quando chegar lá.Tem muita gente que faz as coisas sem saber nem por que motivo está fazendo.Faz faculdade de medicina porque acha chique,quer casar só para não ficar solteiro e dar satisfação a família,quer ter tal carro só porque está na moda e por aí vai...
Enfim,seja como for, tenha sempre em mente suas metas bem traçadas,inclusive o "pós meta alcançada" para que as coisas não percam sentido e você se torne mais um Megamente da vida,tendo que inventar um novo inimigo para poder lutar contra.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Verdades de Veríssimo [2]

Para começar bem o dia,peguei mais um texto interessante do Luis Fernando Veríssimo!
Uma linda semana a todos!


Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Unhas de Fibra de Vidro

                                                  Oi gentee!!!
Hoje eu trouxe uma novidade sobre unhas! Bem,pelo menos pra mim é novidade,porque até agora eu nunca tinha ouvido falar disso aqui em  Bh! São as unhas de Fibra de vidro!
Se a algum tempo atrás a mulherada não dava muita bola para a beleza das unhas,hoje elas fazem parte do look feminino.Tanto é que o mercado vira e mexe inventa novidades para que as nossas unhas fiquem lindas! Seja para melhorar a saúde delas ou seja para melhorar a estética.Ou as duas coisas ao mesmo tempo!
Só que não é toda mortal que consegue ter e manter unhas grandes,bonitas e saudáveis! Seja por serem fracas,seja porque roem,enfim,para quem não tem essa dádiva de ter unhas naturalmente bafônicas, pode lançar mão das unhas postiças.Eu já usei muito,pois durante anos roí unhas e hoje elas são mega fracas,sem contar que sou alérgica a esmaltes e até que eu descobrisse isso,as pobrezinhas estragaram bastante.
A cola das unhas estragavam muito minhas unhas e com o tempo fiquei com alergia da cola também.Resultado: hoje elas são curtinhas,crescem pouquíssimo e quebram facilmente.Já usei unhas de gel e porcelana mas não gostei muito do resultado porque não fica muito natural e também estraga a nossa unha.
A unha de fibra de vidro é uma tecnologia brasileira desenvolvida por uma carioca.
O procedimento de colocação das unhas é diferente daqueles que já conhecemos porque ela não usa cola.São colocadas fibras de vidro sintéticas sobre as unhas,após isso se diluem as fibras em gel,fazendo com que a fibra pegue o formato da unha que desejar.Eu postei um vídeo logo abaixo para vocês entenderem melhor como é feito.
Estou procurando salões aqui em Bh que fazem esse trabalho para que eu possa testar.Aí eu conto pra vocês o que eu achei! E vocês, oque acharam da novidades???
Esse é o link do vídeo :  http://www.bolsademulher.com/video/kKu

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Eu e as mudanças

                                                    
Muitas coisas tem acontecido comigo ultimamente e queria compartilhar com vocês uma coisa que é fato: relacionamentos são transformados de dentro pra fora e não o contrário.Como é isso??? Tá bom, eu vou explicar.De uns 2 anos pra cá venho passando por um processo de "transformação",é meio clichê,mas literalmente sendo quebrada e refeita nas mãos do Oleiro.Era uma pessoa extremamente imediatista e autoritária,sem contar que eu era o stress em pessoa, dava piti por causa de tudo e até recebi o carinhoso apelido de "Barraquel",pela minha querida amiga também blogueira, Si Caetano ( essa podia ser considerada o único ser vivente da Terra que tinha saco pra me aturar! rsrsrs ) .Imaginem só que candureza de pessoa que eu era! rsrsrsrs Era a rainha do bafão e do barraco!! rsrs Hoje eu rio ( é assim mesmo que se escreve? ) mas antes a minha situação era de chorar.
Aí você se pergunta: tá,mas o que você fez pra mudar,já que tudo que tô contando tá no passado?? Pois é,aí é que tá o pulo do gato.Sempre tive o apoio de amigos,família,e do namorado (que merece oscar pela paciência que ele teve comigo no começo) para que eu conseguisse melhorar como pessoa. Maaaaaas o principal eu não tinha: a consciência de quem eu era,de qual era a minha identidade, e onde e de que forma eu deveria mudar algumas muitas coisas em minha vida.
Gente,nãããããooo é fácil responder a essas perguntinhas aí não,viu! Porque existe aquela máxima de que quando finalmente achamos respostas,vem a vida e muda as perguntas.E foi isso o que aconteceu comigo.As perguntas foram mudadas e lá estava eu perdida em mim mesma.Me sentia sempre muito frágil e até com uma certa revolta por todas as oportunidades que gostaria de ter tido na vida e não tive.Por toda carga que tive por momentos extremamente conturbados em minha família,relacionamentos amorosos e etc... Enfim,tinha dias que dava vontade de parar tudo e descer desse planeta! rsrsrs
Só que infelizmente isso não foi possível,porque como eu disse anteriormente,o Oleiro nos molda,nos quebra,nos refaz e usa as situações do dia a dia, pessoas e as circunstâncias para isso.Tenho aprendido a ser mais paciente,mais ponderada, pensar mais antes de sair disparando as coisas... E isso não é indolor.Muitas vezes a gente tem que engolir algumas coisas,mas depois entende como foi útil aquele momento de "sapo goela abaixo".Tem gente que quer dar ordem ao Oleiro e quer que a moldura seja feita a seu jeito,a seu tempo e da forma que ela quiser.Tsc,Tsc,Tsc... Tudo errado.Eu fui uma que fez muito isso.E levei só toco na cabeça.A partir do momento em que eu falei: Ok,você venceu, molda me conforme a Tua vontade, me faça e refaça quantas vezes forem necessárias, aí sim a coisa mudou de figura.Aprendi a falar menos e ouvir mais.Ouvir é algo muito,muito importante.Aumenta a nossa capacidade de percepção em relação às pessoas e o meio em que vivemos.Ditado clássico: temos 2 ouvidos e 1 boca,para ouvir mais e falar menos.Outra coisa que aprendi é que nem tudo é do jeito e no tempo que eu quero.Resiliência é uma coisa que tô custando a aprender.A capacidade de voltar " a forma original" mesmo depois da pressão.Há pessoas que sofrem pressão e permanecem na forma em que foram pressionados.Nãooo!!!Temos que voltar a forma que éramos antes! Tudo que passamos tem de ser como experiência em nossas vidas,como aprendizado e não para ser motivo de murmuração e vitimização.Se você tem vivido dias assim,mude de atitude! Tudo tem seu tempo,tempo de chorar e tempo de guerrear,mas não deixe o seu tempo de choro ser maior que a sua vontade de guerrear! Eu só conseguir mudar e melhorar ( o processo ainda continua,é constante ) como pessoa quando eu vi que se eu, que sou a maior interessada não quiser ser transformada,não adianta meus amigos,família e marido quererem mudar a minha vida pra mim,por mais que me amem. Minha consciência de quem é DEUS em minha vida foi fundamental porque Ele simplesmente é quem tá a frente da máquina da minha vida.Seja em que direção Ele quiser me levar,eu tenho que estar atenta, com coração,mente, olhos e ouvidos abertos e me adequar e entender que se Ele tem o melhor para mim,tenho que confiar.Dificuldades vem e vão.Problemas todos nós mortais temos.
O que muda é a nossa visão em relação a eles. Isso tudo fez uma enoooooorme diferença  e me ajudou a ser uma pessoa melhor e por consequência ter relacionamentos melhores,buscar compreender mais as pessoas e como elas são,porque elas também estão em um constante processo assim como eu. Nesse dia eu quero encorajar você que viveu ou tem vivido dias complicados a não botar só a culpa no mundo e olhar pra dentro de si mesmo e querer começar as mudanças de dentro pra fora.Quer melhorar o relacionamento com seus pais? Com seu marido e amigos? Pois então olhe para dentro de você, esvazie se de si mesmo e deixe o Oleiro fazer e refazer esse "vaso" quantas vezes forem precisas! Vamos lá?




Com amor,

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Verdades de Veríssimo.

                                                  Oiê!

Hoje quero abrir espaço no blog pra falar um pouquinho de literatura. Como todo mundo que gosta de escrever, eu adoro ler e um dos escritores que mais curto é o Luis Fernando Veríssimo.Acho o cara simplesmente genial! Acompanho sempre suas obras e resolvi postar esse texto porque o acho super atual. É uma crítica às mudanças na sociedade que nem sempre são percebidas ( #será ? ).É meio grandinho,mas vale a pena ler até o final!



"E tudo mudou...

O rouge virou blush
 
O pó-de-arroz virou pó-compacto
 
O brilho virou gloss
 

O rímel virou máscara incolor
 
A Lycra virou stretch
 
Anabela virou plataforma
 
O corpete virou porta-seios
 
Que virou sutiã
 
Que virou lib
 
Que virou silicone
 

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
 
A escova virou chapinha
 
"Problemas de moça" viraram TPM
 
Confete virou MM
 

A crise de nervos virou estresse
 
A chita virou viscose.
 
A purpurina virou gliter
 
A brilhantina virou mousse
 

Os halteres viraram bomba
 
A ergométrica virou spinning
 
A tanga virou fio dental
 
E o fio dental virou anti-séptico bucal
 

Ninguém mais vê...
 

Ping-Pong virou Babaloo
 
O a-la-carte virou self-service
 

A tristeza, depressão
 
O espaguete virou Miojo pronto
 
A paquera virou pegação
 
A gafieira virou dança de salão
 

O que era praça virou shopping
 
A areia virou ringue
 
A caneta virou teclado
 
O long play virou CD
 

A fita de vídeo é DVD
 
O CD já é MP3
 
É um filho onde éramos seis
 
O álbum de fotos agora é mostrado por email
 

O namoro agora é virtual
 
A cantada virou torpedo
 
E do "não" não se tem medo
 
O break virou street
 

O samba, pagode
 
O carnaval de rua virou Sapucaí
 
O folclore brasileiro, halloween
 
O piano agora é teclado, também
 

O forró de sanfona ficou eletrônico
 
Fortificante não é mais Biotônico
 
Bicicleta virou Bis
 
Polícia e ladrão virou counter strike
 

Folhetins são novelas de TV
 
Fauna e flora a desaparecer
 
Lobato virou Paulo Coelho
 
Caetano virou um chato
 

Chico sumiu da FM e TV
 
Baby se converteu
 
RPM desapareceu
 
Elis ressuscitou em Maria Rita?
 
Gal virou fênix
 
Raul e Renato,
 
Cássia e Cazuza,
 
Lennon e Elvis,
 
Todos anjos
 
Agora só tocam lira...
 

A AIDS virou gripe
 
A bala antes encontrada agora é perdida
 
A violência está coisa maldita!
 

A maconha é calmante
 
O professor é agora o facilitador
 
As lições já não importam mais
 
A guerra superou a paz
 
E a sociedade ficou incapaz...
 

... De tudo.
 


Inclusive de notar essas diferenças"

sábado, 18 de junho de 2011

É pra rir : Odeio Restart,mãe!

Eeei gente!!!

Tooooodooo mundo que me conhece bem sabe que eu amo música, maaaaaaaaaaas tem algumas coisas que eu me recuso a ouvir. Vi esse vídeo ontem e descobri que não sou a única pessoa desse mundo cruel a achar que aquele monte de menino de calça colorida, cabelo igualmente modelado na pomada e que cantam músicas (dá pra chamar aquilo de música? ) que falam sobre sua vasta ( #NOT ) experiência de vida amorosa, são mesmo Uóóóóóóóó !!!!
Sou solidária a agonia dessa criança! hehehehe
Have fun!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

É lindo: sapato Oxford

Ei gente!
Vamos falar um pouco sobre moda hoje? Mais especificamente de sapatos, objeto de desejo de 10 em cada 10 mulheres! Eu sou do tipo que surta diante de uma vitrine de loja!
Se você é antenada nas tendências, já deve ter reparado nos sapatos estilo “Oxford”. Isso mesmo, aqueles sapatos em sua maioria baixinhos, de ponta arredondada, com cadarços. Eles têm esse nome porque são os modelos usados pelos estudantes da Universidade de Oxford, na Inglaterra e por essa mesma razão são sapatos mais clássicos,mas não menos estilosos, porque o que vai contar mesmo são os detalhes e o look que vai compor o visual.
Mas afinal, como usar o Oxford feminino?
Bem, esse sapato pode ser encontrado hoje nas lojas em versões mais aperfeiçoadas, alguns com bico fino, salto alto, bico mais alongado,mas sem perder suas características peculiares.
No verão passado, a mulherada desfilava por aí com o Oxford sempre acompanhado por peças mais delicadas, românticas, bem femininas mesmo ou num estilo mais retrô .
No inverno ele já pode ser usado com calças, meias fio 80 e até mesmo com saias longas ele fica moderno e elegante. Nos modelos de salto, vale arriscar vestidos mais curtos acompanhados de meias com detalhes rendados, ou saias slim, que tá super em alta também.
O seu Oxford pode ser um curinga no seu guarda roupa: para ser usado no dia a dia, nada melhor do que se sentir feminina sem deixar o conforto de lado, não é mesmo? A dica é usar o seu sapato baixinho com calça skinny ou leggings. Aí o look já pede blusas mais soltinhas, casaquinhos em sobreposição... Quem curte uma moda mais básica, pode abusar dos modelos com cores mais neutras como o nude ou os bicolores em branco e preto. Lembre-se que o detalhe na sua produção são os sapatos, por isso quando for usá-los cuidado com peças que tenham grandes detalhes ou destaques.
Abaixo alguns looks para inspirar sua produção  e também alguns modelos do Oxford para você dar uma olhada nas possibilidades bacanas que esse estilo proporciona (clique na foto para ampliar a imagem).
Se joguem!